fbpx
(66) 3544-3673 | (66) 99912-3673contato@clinicaplenitude.net

 

Mãe: Laisa Sodré / Bebê: Livia / Enfª Obstetra: Kelli Gil Zamignan

Os babywearing é cada vez mais utilizado pelas mamães. Eles já existem há séculos! A maioria das avós que trabalhavam no campo, utilizavam de alguma forma as crianças às costas.

Os babywearing “moderno” como o conhecemos agora, começou a ser conhecido pouco depois dos anos 50, e veio, ao longo dos anos a aperfeiçoar a sua preocupação com a ergonomia do bebê e do portador, a aumentar a variedade de padrões, cores, tecidos e materiais utilizados, proporcionando mais segurança em carregar.

Alguns estudos comparativos de formas de carregar bebês em porta-bebês ou no colo através dos braços evidenciaram que o uso do porta-bebê diminui muitos riscos e sintomas de desconfortos recorrentes (coluna, braços, mãos, etc.) devido à melhor distribuição do peso e menor sobrecarga das estruturas corporais do adulto que carrega, assim como uma melhor postura do bebê a qual respeita sua fisiologia e seu desenvolvimento.

Considerando todos esses aspectos, mais a frequência diária e a duração prolongada de se carregar um bebê desde do nascimento até os primeiros anos de vida, verifica-se a importância de orientar as muitas variáveis envolvidas nessa tarefa, desde as necessidades do adulto-bebê e as diversidades de porta-bebês, amarrações, tecidos e situações de uso. É possível verificar a complexidade da ergonomia no babywearing, ficando evidente a importância de aprofundar e conhecer as especificidades envolvidas no carregar bebês de forma que se ofereça e promova um carregar ergonômico que seja baseado em conforto, segurança e eficiência.

Mãe: Laisa Sodré / Bebê: Livia / Filho: Léo

Benefícios do carregar

  • Regula a temperatura corporal;
  • Alívio de cólica e refluxo;
  • Maior interação com quem carrega e com o ambiente;
  • Mantém posição fisiológica do bebê;
  • Bebê protegido e seguro;
  • Favorece a amamentação;
  • Favorece a criação de vínculo;
  • Diminuição do choro;
  • Melhora a qualidade e tempo de sono;
  • Ergonomia para o bebê e para quem carrega;
  • Diversos modelos para escolher o que mais se adapta;
  • Autonomia e liberdade para quem carrega;
  • Possível ir à lugares onde o carrinho não chega.
Mãe: Laisa Sodré / Bebê: Livia

Tipos de carregadores

  • Wrap
  • Sling de argolas
  • Pouch
  • Mei Tai
  • Mochilas ergonômicas

 

 

 

Adquira seu carregador na Clínica Plenitude e Agende uma consultoria para saber mais sobre os carregadores e como utilizá-los!

Fechar Menu
×